2024

2024: Reflexões sobre o caminho trilhado e olhares para o futuro

 Publicações da RGCE
Publicações da RGCE

Rodrigo Gimenez - Sócio Líder

2024: Reflexões sobre o caminho trilhado e olhares para o futuro

 

O ano de 2023, foi cheio de desafios e expectativas, e se encerrou, proporcionando um terreno fértil para reflexões sobre as previsões feitas e os acontecimentos do ano anterior. Diante da complexidade do cenário global e das dinâmicas locais, é importante analisar o que se concretizou e o que ficou no campo das conjecturas. Quero relembrar o artigo “Previsão x realidade…e 2023?” e trazer informações sobre como foi o ano que passou e quais são as perspectivas para esse novo ano que se inicia.

 

Startups: Continuidade do Amadurecimento

As startups, que tiveram um período de desafios em 2022, se viram em um cenário de incertezas prolongadas em 2023. Contrariando prognósticos negativos, os investidores, cautelosos, mantiveram o foco em opções mais seguras. As demissões diminuíram, mas, as contratações permanecem escassas. Um aspecto positivo que se pode destacar é o amadurecimento do modelo de negócios, que confere resiliência e aprendizado às startups, o que pode pavimentar um caminho mais estável em 2024.

Metaverso: Consolidação da Realidade Virtual

O metaverso, que era apontado como tendência em 2022, apareceu como uma realidade em 2023. O ambiente se popularizou e o interesse do público cresceu de forma exponencial. Muitos investimentos foram direcionados para negócios dentro desse espaço, indicando uma trajetória de ascensão. Para 2024, o que se espera é uma integração ainda maior do metaverso nas esferas cotidianas, influenciando não apenas o entretenimento, como também o comércio, a educação e outras áreas.

Criptomoedas: O Surgimento do Real Digital

Em relação às criptomoedas, a expectativa de 2023 ficou concentrada no lançamento do Real Digital, mas que está previsto só para o final de 2024. Diferente das criptomoedas tradicionais, esta é uma moeda digital emitida pelo Banco Central, marcando uma nova fase para o mercado financeiro. A compreensão do público sobre essa novidade ainda precisa evoluir de forma significativa, mas a presença do Real Digital no dia a dia é iminente, e as implicações serão significativas para a forma como lidamos com transações financeiras no país.

Cenário Político: Continuidade da Incerteza

No cenário político, a previsão para 2023 era de grandes desafios e instabilidade. Com um governo recém-eleito e uma sociedade dividida, a cautela nos mercados foi o que prevaleceu. Diante disso a imprevisibilidade política no Brasil permanece, e com isso fica cada vez mais claro a importância de estratégias bem pensadas. Para 2024, a capacidade de adaptação a cenários voláteis será crucial para o sucesso empresarial.

Open Finance: Ampliação da Personalização

O Open Finance, iniciado em 2021, expandiu-se ao longo de 2023, atingindo agora todas as finanças pessoais do cliente. A promessa de uma experiência personalizada, baseada na abertura de dados, é o grande diferencial desse modelo. Em 2024, espera-se que a personalização alcance novos patamares, influenciando diretamente as ofertas de produtos e serviços financeiros.

Hiper Conveniência de Atendimento ao Cliente: Adoção Generalizada

A busca pela conveniência no atendimento ao cliente, que ficou muito intensificada durante a pandemia, se consolidou em 2023. Modelos como o atendimento omnichannel, por exemplo, tornaram-se padrões, refletindo como a flexibilidade é um ponto essencial. Em 2024, a tendência é de uma jornada ainda mais fluida, com as empresas se adaptando continuamente para atender às demandas variáveis dos consumidores.

Significado do Trabalho: Adaptação à Nova Realidade

O ano de 2023 trouxe consigo reflexões profundas sobre o significado do trabalho. A diversificação dos modelos de contratação e a busca pelo equilíbrio entre vida profissional e pessoal tem surgido como tema essencial para os profissionais. Em 2024, o que se espera é uma busca por soluções que atendam aos diferentes perfis profissionais.

Reinvenção: A Constante Necessidade

A necessidade de reinvenção, se torna cada vez mais essencial a cada ano que passa. Diante disso, empresários e gestores que compreendem a dinâmica do mercado e se adaptam rapidamente, são os que têm maiores e melhores chances de sucesso. A reflexão em como se planejar (estratégica e taticamente) surgem como ferramentas indispensáveis para enfrentar um 2024 que tende a ser repleto de desafios e oportunidades.

Em resumo, a busca pela rápida adaptação às mudanças que estão por vir (curto e médio-prazo) será foco em  2024.
Em um mundo em constante transformação, a capacidade de compreender e abraçar as inovações, principalmente na esfera da Inteligência Artificial, que se posiciona como o diferencial para empresas e profissionais que buscam prosperar em um cenário dinâmico e desafiador, será crucial.

Perspectivas Promissoras para a Inteligência Artificial em 2024

O ano de 2024 se apresenta como um período de destaque para o desenvolvimento da Inteligência Artificial (IA), com várias tendências e avanços previstos para moldar a maneira como interagimos com a tecnologia e como ela impacta os diversos setores. Veja algumas perspectivas promissoras relacionadas à IA para o próximo ano:

  • IA explicável e ética: A preocupação com a transparência e a ética no campo da IA continuará a ganhar destaque. O que se espera para 2024 é um aumento na pesquisa e desenvolvimento de técnicas para tornar os modelos mais explicáveis, compreensíveis e, principalmente, éticos.
  • IA conversacional e interativa: A evolução das interfaces de usuário baseadas em voz e conversação deve continuar em crescimento. Assistentes virtuais e chatbots mais inteligentes e contextuais certamente se tornarão mais comuns, proporcionando interações mais naturais e fluidas.
  • Simulação e aprendizado por reforço: O aprendizado por reforço, que é uma técnica na qual agentes aprendem a tomar decisões por meio de tentativa e erro, deve ganhar destaque em aplicações práticas, como treinamento de drones, controle de tráfego, jogos, entre outros.
  • Integração da IA em setores tradicionais: A previsão é que setores como saúde, educação, agricultura e manufatura devem experimentar uma maior integração de soluções baseadas em IA. Diagnósticos médicos mais precisos, métodos de ensino personalizados e otimização de processos agrícolas são apenas alguns exemplos.
  • Robótica inteligente e automatização avançada: Os setores como manufatura, logística e serviços devem vivenciar uma adoção mais ampla de robótica inteligente, com sistemas mais autônomos e flexíveis, impulsionados pelos avanços em IA.
  • Aplicações em Saúde: A IA continuará a desempenhar um papel importante na descoberta de medicamentos, diagnósticos médicos avançados e personalização de tratamentos. A busca por soluções inovadoras para desafios de saúde global deve se acelerar nos próximos anos.
  • Aplicações em Educação: O uso da IA tem permitido a adaptação de materiais de acordo com as necessidades e estilos individuais de cada estudante. Esses sistemas de aprendizado adaptativo podem ajustar o ritmo, o conteúdo e a abordagem com base no desempenho e na compreensão de cada um e colaborando de forma significativa com o aprendizado.
  • IA nos Esportes: Outro setor impactado pela IA é o esporte. Dentre outras utilizações, a tecnologia tem sido útil em áreas como análises de desempenho, relatórios físicos e técnicos dos atletas, captação de jovens e avaliação de contratações.

 

A Inteligência Artificial (IA) continua a se entrelaçar em nossas vidas cotidianas e nas áreas de negócios, por isso, é essencial ficar atento às implicações éticas, privacidade e segurança envolvidas. A colaboração entre setores e a comunidade global de pesquisa serão essenciais para moldar um futuro no qual a IA beneficie a humanidade de maneira sustentável e inclusiva. O ano de 2024 promete ser um capítulo significativo nessa evolução da Inteligência Artificial.

Um último ponto que poderia salientar, mas não menos importante é que a busca para encontrar soluções inovadoras para problemas complexos, típico da época que vivemos, necessita do equilíbrio entre a aplicação eficiente da tecnologia e a abordagem cuidadosa de seu impacto nas sociedades. A verdade é que não existe o mocinho e o bandido nesse cenário. Existem transformações, e não somente as advindas da tecnologia, como também as trazidas pelas novas gerações e os novos tempos.

O ano de 2024 será a pontinha do iceberg das grandes transformações, precisamos estar atentos com todo o restante debaixo da água, para se preparar para o que ainda está por vir.

 

#2024 #inteligênciaartifical #startups #criptomoedas #cenáriopolítico #openfinance #hiperconveniência #trabalho #negócios #RGCE_simples #RGCE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

Perfil Equipe